Durante algum tempo hesitei sobre se deveria pôr por escrito temas que por algum motivo me despertassem a curiosidade…descrições de acontecimentos, encontros, sensações…

Por um lado, porque a escrita é sempre um exercício que nos “desnuda”, expõe as nossas fragilidades… e eu não sabia muito bem se queria andar por aí com “as fragilidades expostas”, que é como quem diz, nua…

Por outro, porque nada do que será aqui escrito poderá, eventualmente, interessar a alguém mais do que a mim própria.

Ainda assim, após alguma ponderação, achei que não seria de todo má ideia pôr por escrito “memórias para mais tarde recordar e dicas para alguém utilizar”.

Correndo o risco de raiar a presunção,  e de estar a ser (quiçá) irrealista, ainda assim, gosto de pensar que o The Alexe Affair poderá ser uma espécie de serviço cívico – prestado de forma imperfeita, absolutamente subjectiva e, por vezes, sem muita graça.

O fio condutor será a descrição das minhas deambulações por esse Mundo fora (deambulações imaginárias também valem!), de assuntos do meu interesse, das pessoas com quem me cruzo e das “relações” que vou criando com os sítios por onde passo.

Aguardo críticas, comentários, sugestões, baldes de água fria ou tomatada à Espanhola!

P.S. Salvo indicação em contrário, as fotos aqui publicadas são da minha autoria.

2 comments
  1. ML said:

    QUE blog mais SLICK!!!! Nao esperava menos de ti AlexE, vou comecar a ti sigui. Bjos gds de Ldn. M

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: